Dermatite Atópica – Tratamento

dermatite atopica

Hoje eu vou falar um pouco sobre dermatites e como combatê-la. Sempre tive problemas sérios com dermatite atópica e , quem tem, sabe a luta que é. Parece uma luta sem fim, sem efeitos, sem remédios. Um inferno!

Mas tudo tem um jeito não é mesmo? Eu encontrei um jeitinho de manter a pele controlada e vou dividir com vocês! Já falei sobre dermatite em outro post aqui no PB, mas hoje vou explicar melhor sobre a receitinha simples que salvou a minha pele, literalmente, depois de muito dinheiro gasto com hidratantes sem efeito algum!

O que é?

Dermatite atópica é uma doença crônica que causa inflamação da pele, levando ao aparecimento de lesões e coceira. Cerca de 30% dos indivíduos com dermatite atópica têm asma ou rinite alérgica e 15% têm surtos de urticária. Há estudos que apontam 70% dos pacientes com antecedentes familiares de atopia (asma, rinite alérgica ou dermatite atópica).

Como se desenvolve ou se adquire?

O indivíduo com dermatite atópica tem um aumento da reatividade cutânea frente a inúmeros estímulos. Os mecanismos responsáveis por esta reatividade alterada não são completamente conhecidos. Sabe-se que fatores genéticos, imunológicos e não-imunológicos, contribuem para o aparecimento.

Como se trata?

Por não existir nenhum recurso para a cura definitiva, o objetivo do tratamento deve ser o controle da afecção, enquanto se aguarda por uma possível involução espontânea da dermatose. Assim, o tratamento deve ser orientado para diminuir a sintomatologia e a reação inflamatória, reconhecendo, afastando ou excluindo fatores que agravam o quadro.

A hidratação cutânea é ponto fundamental no tratamento. Podem ser utilizados os antiinflamatórios tópicos (creme ou pomadas de corticosteróide), anti-histamínicos por via oral, para controlar a coceira e diminuir as erupções na pele. Os imunomoduladores e imunossupressores também são indicados para auxiliar no tratamento.

Bom, eu parti do ponto que fala sobre hidratação cutânea, pois como estudante de química, é o que eu poderia estudar e testar em laboratório, pois todo o resto só um médico alergista pode diagnosticar e tratar. Eu testei por anos e anos, todos os hidratantes que me prescreveram, todas as fórmulas manipuladas e nada resolvia. Apelei para cremes caríssimos e nunca obtive nenhum resultado satisfatório. O problema da dermatite são todas as outras doenças de pele que adquirimos pela situação delicada em que já estamos.

Uma coisa vai puxando a outra e vira um inferno!

Misturinha:

Uma parte de Bepantol líquido para 3 partes de Glicerina. É quase um vidrinho de Glicerina e uma pomada ou 1/3 do vidro de Bepantol líquido!

Recebi um feedback muito positivo das leitoras que usaram essa fórmula básica que eu já havia publicado aqui no PB e resolvi falar com mais detalhes sobre o assunto.

A leitora Dianne Nobrega, deixou um comentário sobre a fórmula que indicamos aqui no PB:

“Nao estou acreditando!!! Tenho 43 anos e sofro de dermatite desde sempre. Moro em Brasília onde fica nada mais nada menos que 4 meses sem chover, Em setembro os níveis de umidade do ar chegam a ser comparados com as do deserto do Saara. Bem isso td começa em junho e vai até setembro. Estamos no fim de junho e minha pele já estava de fazer dó. Meu ritual de cremes acontece umas 4 vezes por dia e a pele continua extremamente seca, coçando, com placas vermelhas horríveis! Já tentei tds os cremes, inclusive importados. Tudo que o dermatologista diz pra eu fazer eu faço e nada! Bem… ha quatro dias estou usando o bepantol com glicerina e no dia seguinte minha pele já estava apresentando melhoras. Na primeira vez (por a pele estar mt lesionada) ardeu mt e a pele coçou mais ainda, até pensei que nao iria usar de novo, mas como no dia seguinte minha pele amanheceu ótima continuei usando. Agora nao arde mais e minha pele é outra! As placas já estão sumindo! Mt, mt obrigada!!!!”

E a leitora Regina Louredo, também nos deixou um comentário muito carinhoso, relatando que não sabia mais o que fazer antes de ler nossa dica aqui no PB:

“Adorei a dica de Bepantol misturado com glicerina,com três dias de uso minha filha já estava com a pele super boa.Não sabia mais o que fazer,comprei muitos cremes e remédios.Obrigada.”

O comentário da Dianne é muito importante pois descreve bem a sensação da pele. A glicerina esquenta um pouco quando entra em contato com a pele e não é fácil quando você já está tomada por lesões. O importante é lavar bem a área com sabonete em barra (pelo amor de deus, não usem sabonete líquido) de preferência natural e fitoterápico, depois aplicar a fórmula hidratante de bepantol e glicerina durante a noite.

Para que serve o Bepantol na fórmula? Para acelerar a cicatrização! Um estudo sobre as doenças de pele de 2002 revelou que o uso tópico da vitamina B5, melhora a hidratação da pele, mantém a sua elasticidade e aumenta a sua suavidade. O estudo também sugeriu que a vitamina B5 tem propriedades anti-inflamatórias, tornando-a útil no tratamento da descamação da pele, aspereza e ressecamento.

O Dexpantenol, substância ativa do Bepantol, é rapidamente transformado nas células em ácido pantotênico. Este último é um componente da coenzima A, elemento essencial que, além de ser fator de acetilação ocupa uma posição-chave no metabolismo celular.

O ácido pantotênico é indispensável ao bom desenvolvimento do metabolismo dos tecidos epiteliais da pele e das mucosas. O dexpantenol, conhecido como vitamina B5, estimula a cicatrização, regenerando a pele. Também previne a dermatite de contato causada por fraldas.

E a Glicerina? Só usando pra você saber o quanto é eficaz. Alguns cremes caríssimos são totalmente à base de Glicerina e cobram 800 reais por um potinho. A Glicerina pura é vendida por 6 reais em qualquer farmácia! Pesquisadores norte-americanos acreditam que a glicerina, muito usada em cosméticos, possa ter valor terapêutico para a pele, sob determinadas condições.

A glicerina, ou glicerol, é bastante empregada em produtos cosméticos porque atrai água e ajuda a pele a ter uma aparência melhor. O novo estudo sobre a glicerina foi realizado pelo Medical College of Georgia.

Segundo os cientistas, a glicerina ajuda as células da pele a se desenvolver apropriadamente.

Eu indico que você use a misturinha pela noite, depois de higienizar bem a pele com sabonete em barra fitoterápico e, pela manhã prossiga com o seu tratamento normal indicado pelo seu alergista ou dermato (eu prefiro os alergistas , neste caso específico de dermatites).

Perguntas freqüentes:

  • Posso usar óleo de amêndoas no lugar da glicerina? NÃO!
  • Posso usar qualquer outro óleo no lugar da Glicerina: NÃO!
  • Posso usar outro cicatrizante no lugar do Bepantol? NÃO!
  • Qual o motivo de não poder usar sabonete líquido? Por conter Lauril éter sulfato de sódio, ou laureth sulfato de sódio (SLES)! Ele é um detergentee surfactante que faz parte de muitos produtos de higiene (sabonetes, shampoos,cremes dentais, etc.). É um desengordurante muito eficaz e barato. Produtos contendo essas substâncias podem afetar quem tenha propensão a eczemas e outras irritações. Essas substâncias ajudam na produção elevada de espuma nesses produtos, permitindo uma melhor distribuição do produto durante a lavagem do cabelo, pele ou dentes. Quando enxaguado, o produto terá lavado a área mas, em contrapartida, terá também removido a humidade das camadas superiores da derme. Em pessoas com pele sensível (dadas a dermatites, acne, eczema, psoríase e sensibilidade química), as propriedades hidrófilas desse tipo de detergentes podem causar o ressurgir de problemas de pele ou piorar condições já existentes.

Bom, fica a dica de alguém que lutou a vida inteira contra dermatites!
Esse artigo é especial para a leitora Naiara Borges.

author avatar

Engenheira e pesquisadora. Adoro fazer testes e fórmulas exclusivas para o PB. Amo química, neurociência e sorvete.

  • Grazi

    Lô, meu filho de 5 meses tem dermatite atópica e tem feridinhas nas perninhas, braços e rosto desde os 3 meses. Nada faz melhorar ou sumir, já tentei corticóides, cremes, sabonetes, e agora está se espalhando…fico triste só de olhar. Enfim…será que posso usar essa misturinha? Tenho medo pois ele é muito novinho. Obrigada!

  • Arystides

    Caríssima, tudo isso me parece muito prático à excepção de um pequeno detalhe. As indicações sobre as quantidades parecem bastante dúbias. Não sei se, aí no Brasil, os produtos que referiu são vendidos somente em embalagens de 50 e 100ml, respectivamente e como refere nas imagens que publicou. Estou a considerar ir à farmácia mas, entretanto pus-me a pensar. E, como é habitual, se me disserem que as embalagens disponíveis são de quantidades diferentes? Se uma embalagem de Bepantol líquido tiver 75ml, por exemplo, e/ou a de glicerina tiver 50 ou 150, as “partes” a que se refere já não serão as mesmas. Ou tenho eu de fazer algumas contas de matemática já algo avançadas ou então peço-lhe que indique uma quantidade mais certa e que não diga respeito à quantidade das embalagens a serem adquiridas mas sim às porções exactas a ter em conta para a mistura. Agradeço as dicas e a correcção.

    • Paola Oliveira de Camargo

      Arystides, as quantidades que ela indicou não se referem à quantidade de cada embalagem, mas à proporção entre uma e outra. Uma parte de Bepantol líquido para 3 partes de Glicerina quer dizer que, se quiseres 100ml da mistura, usarás 250ml de de bepantol e 750ml de glicerina (750 = 3×250). Simples assim ;)

  • Bia

    Senpre uso bepantol puro nos meus pontos de dermatite atópica, quando a situação está muito ruim. Da primeira vez nao acreditei que fosse funcionar, mas foi um alívio. Vou testar essa receitinha com glicerina, me parece muito promissora!
    Estive pensando, calêndula tem propriedades cicatrizantes, como será que uma pele com dermatite regiria ao uso da planta medicinal?

  • Mari

    Gostaria de agradecer MUITO por essa dica. Estava sem esperanças, muito deprimida e desacreditada. A dermatite atopica sempre fez parte da minha vida e me atrapalhou muito. Hoje está MUITO melhor, controlada… Graças a essa dica! Me sinto outra pessoa e uso todos os dias, agora na esperança de recuperar minha pele e nunca mais sentir coceira e mal estar!
    Muito obrigada!!!

  • lili

    Tenho 16 anos e sofro com essa doença desde meus 6 anos de idade.. Minha pernas sempre teve manchas escuras devido a dermatite..eu não uso shorts desde meus 13 anos de idade e logo logo já estarei com 17. Eh horrível, passo em vários alergistas, uso vários remédios de quantia alta e nada resolve! Queria muito que as manchas sumissem. Tô perdendo as esperanças.. :(

    • Gabi

      Lili eu sei como voce se sente :( tambem tenho 16 anos e nao gosto de usar shorts, saias ou vestidos porque minhas manchas e meus machucados ficam a mostra, chego ate a maquiar minhas pernas e braços para nao passar vergonha. Minha auto-estima é mt baixa :/ to sem saber o que fazer.

      • bel

        Meninas… eu não tive DA durante a adolescência. Mas digo a vocês que logo logo verão que isso é besteira e que não devem se privar do que gostam por causa das manchas.
        Não deixo de usar minhas saias e vestidos de jeito nenhum. Se alguém quiser olhar, deixa olhar… ngm sabe o que se passa realmente.
        Acostumei também justamente a usar saia e vestido pq a minha DA ataca atrás do joelho e eu acho que o atrito de calças só faz piorar.

  • Ju Rodrigues

    Olá, meu filho tem DA descoberto há um mês, mas ele não apresenta NENHUMA coceira ou ferida, apenas um grosseiro acompanhado de vermelhidão pela inflamação e ressecamento nos cotovelos (só que na parte externa e não interna). Foi indicado valerato de betametasona, depois berlison, depois elocom, mas o grosseiro só tem aumentado. Uns recomendam hidratação e outros especialistas sequer mencionam. Ele está usando HidraKids, mas tb não parece ajudar muito. A misturinha poderá auxiliar na inflamação e na redução do grosseiro também? Quantas vezes devo passar ao dia? Como eu disse ele não coça, não se queixa de dor e nunca teve uma ferida, apenas o grosseiro de bolinhas e vermelhidão pela inflamação em algumas regiões.
    Obrigada!!!

    • Maria Di Lia Oliveira

      minha neta apareceu com um processo semelhante e depois de 6 meses e muitos usos… uma farmaceutica disse se tratar de um tipo de verme ela toma um comprimido uma vez por semana durante 6 semanas… já está na 3a semana e não tem mais a inlfamação nos cotovelos

  • Fabiana

    Sol, onde eu compro o shampo surya brasil, em loja de cosméticos, drogarias? obrigada